Aprenda a consultar o RENAVAM pela placa

Se você está interessado em comprar um carro usado ou quer verificar se está tudo certo com o seu veículo, então precisa aprender a consultar o RENAVAM pela placa.

Isso porque, ao fazer a consulta, você consegue todas as informações sobre o veículo: marca, modelo, ano de fabricação, multas, impostos em atraso ou não, entre outras coisas.

Dessa forma, veja agora o que é, afinal, o RENAVAM e como você pode consultar a situação legal de um veículo usando a placa dele.

O que é o RENAVAM?

Em suma, o RENAVAM, ou Registro Nacional de Veículos Automotores, é um documento legal que serve para registrar todas as informações de um veículo.

Assim sendo, ao consultar o RENAVAM pela placa, por exemplo, você consegue obter informações importantes sobre um veículo que deseja comprar:

  • Se há alguma pendência com multas ou impostos.
  • Se o veículo é roubado ou clonado.
  • A marca, modelo, cor e ano de fabricação.
  • Além de informações sobre transferências.

Com isso, na prática, o número do RENAVAM funciona da mesma forma que um documento de identificação do veículo. Dessa forma, mesmo que o veículo troque de dono, o número permanecerá sempre o mesmo.

Só para ilustrar, você pode comparar esse número com nossos documentos pessoais como RG, CPF ou CNH. Isso porque, não importa o que aconteça, esses números identificam quem somos e são intransferíveis.

Além disso, o Registro Nacional de Veículos e todas as informações deste ficam armazenadas na base de dados do DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito), que registra todo o histórico do automotor.

Ademais, como proprietário de um carro ou outro veículo, você pode consultar o RENAVAM pela placa de forma regular. Assim fica mais fácil identificar pendências em aberto.

Consultar RENAVAM pela placa: como fazer isso online?

Que todas as informações do Registro Nacional de Veículos Automotores estão armazenadas no DENATRAN, você já sabe. Mas, para consultar o RENAVAM pela placa, você precisa acessar o site do DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito).

Assim sendo, se você quer saber se o seu veículo possui algum problema com a justiça ou mesmo consultar a situação de outro veículo, precisa acessar o site do DETRAN do estado de origem desse veículo.

Só para ilustrar, veículos que possuem placa que começa com a letra “I”, são do estado do Rio Grande do Sul e, com a letra “G”, de São Paulo. Dessa forma, pela placa, você consegue saber o estado de origem de cada veículo.

Depois disso, acesse o site do DETRAN e procure por uma opção como “Consultar Veículo”. Como os sites não são padronizados, pode haver alteração nesta opção.

Assim que carregar, você deve preencher as informações solicitadas e consultar o RENAVAM. Mas atenção, em alguns estados você precisa saber o CRLV e também o próprio número do Registro Nacional de Veículos para conseguir consultar a situação.

Por isso, peça para o dono do veículo te enviar uma foto do CRLV. Assim será mais fácil para fazer a consulta e conhecer todas as informações essenciais do veículo.

Confira como consultar PIS/PASEP em 2021

O valor do abono salarial PIS/PASEP referente ao ano de 2019 está disponível até o dia 30 de junho. Por isso, se você ainda não sacou o seu dinheiro, confira aqui como consultar o PIS/PASEP em 2021.

Além disso, vamos mostrar quem tem direito ao abono, como e onde sacar e qual é o calendário previsto para o próximo ano, confira:

Como consultar PIS/PASEP 2021

Existem diversas formas para consultar o PIS/PASEP 2021. Por isso, escolha aquela que ficar mais fácil.

Consultar o PIS em 2021

Para quem é funcionário do setor privado e recebe o abono salarial pela Caixa Econômica Federal a consulta pode ser pela internet, aplicativo, caixa eletrônico ou telefone:

  • Pelo site da Caixa você precisa fazer o cadastro usando e-mail, CPF e outros dados pessoais. Em seguida, entre na ba “PIS” e clique em “Consulta a pagamento”
  • Pelo app “Caixa Trabalhador” você consegue consultar o valor e outros serviços como seguro desemprego, por exemplo.
  • Nos caixas eletrônicos, é possível fazer a consulta com o Cartão Cidadão e senha. Caso ainda não possua esse cartão, será preciso se dirigir até uma agência e solicitar.
  • Por telefone, ligue para 0800 726 0207 e faça a sua consulta.

Consultar PASEP em 2021

Agora, para quem é funcionário público e recebe o PASEP pelo Banco do Brasil a consulta se dá pelo site do banco ou então ao conferir o saldo da sua conta.

Pelo site do BB, basta usar seu CPF ou número PASEP para consultar o valor disponível para saque. 

Quem tem direito?

Tem direito ao PIS/PASEP quem está cadastrado há ao menos 5 anos no sistema e recebeu até 2 salários mínimos por mês no ano de 2019. 

Além disso, precisa ter exercido ao menos 30 dias de atividade remunerada (consecutivas ou não) no ano-base e os dados do trabalhador devem estar cadastrados na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

Ademais, o valor recebido será proporcional ao tempo de trabalho e o valor máximo a receber é de R$1100 (salário mínimo atual). 

Para saber quanto você tem direito a receber de PIS/PASEP basta dividir os R$1100 por 12 e depois multiplicar o valor pelo número de meses trabalhados.

Com isso, o valor mensal é de R$92. Portanto, se você trabalhou 6 meses em 2019, por exemplo, tem direito a receber R$550.

Onde e como sacar o abono salarial

Você pode consultar e sacar o PIS/PASEP em 2021 de acordo com o setor em que trabalha:

  • Setor privado: o saque do PIS pode ser feito pelos caixas eletrônicos da Caixa, Lotéricas ou em uma agência.
  • Setor público: o valor do PASEP é creditado em sua conta corrente do Banco do Brasil. Caso não possua uma conta, deve entrar em contato com o banco para que seja feita uma TED para sua conta corrente usual.

Calendário do PIS/PASEP 2021

Depois que consultar o PIS/PASEP 2021, você tem até o dia 30 de junho para sacar o dinheiro. Isso porque os valores disponíveis agora são do ano-base de 2019, cujo calendário encerrou em fevereiro deste ano.

Se você deixar de sacar o abono agora, só poderá acessar o dinheiro no exercício do próximo calendário, que é do ano-base de 2020. Esse calendário deveria começar em julho, no entanto, o governo alterou a data de início para 2022.

Aplicativo para tocar violão: Aprenda em casa usando o celular

Quer aprender a tocar violão sem sair de casa? Então, conheça o Yousician, um aplicativo para tocar violão fazendo aulas, exercícios e desafios com o instrumento.

Ao utilizar o Yousician, você não tem mais desculpas para não aprender a tocar violão. Além disso, esse app também possui aulas de piano, canto e ukulele. Portanto, além de aprender a tocar algum instrumento, você ainda consegue aprender a cantar.

Assim sendo, bora lá pegar o violão e começar a aprender sem sair de casa.

Mas, o que é esse tal de Yousician?

Em suma, o Yousician é um aplicativo para tocar violão em que você aprende sem sair de casa com a ajuda das aulas, exercícios e dicas que o próprio app dá.

Ele possui atividades que vão desde o nível mais básico, para quem não conhece nenhuma música ou nota, até o nível avançado. Ou seja, independente do seu nível de aprendizado, você pode aprender mais sobre como tocar violão.

Para te ensinar, o app possui diversas atividades e consegue captar o som do seu violão enquanto você toca. Para que isso seja possível, você precisa autorizar que o Yousician acesse o microfone do seu celular.

Como baixar o aplicativo para tocar violão?

Não há nenhum segredo para baixar o aplicativo para aprender a tocar violão. Você vai encontrá-lo tanto na App Store quanto na Google Play:

  1. Em primeiro lugar, procure pelo app Yousician na sua loja de aplicativos.
  2. Depois que fizer o download, crie seu login usando sua conta no Facebook, Google ou mesmo com seu e-mail.
  3. Quando estiver pronto, defina pelo app qual é o seu nível de conhecimento: iniciante (nothing yet), básico (some basics), intermediário (lot of songs) e avançado (almost anything).
  4. Em seguida, afine seu violão pelo afinador eletrônico do próprio app e já comece a aprender!

Além disso, quando aparecer a mensagem solicitando uso do microfone, não se esqueça de permitir. Afinal, sem esse recurso não tem como aprender a tocar violão em casa.

Como o app para tocar violão funciona?

O app funciona te ensinando a tocar violão com aulas, exercícios e desafios entre os usuários da plataforma. 

Basicamente você começa escolhendo seu nível de conhecimento, afinando seu violão e depois pode começar a praticar com os primeiros exercícios. 

Além disso, caso prefira, o app conta com um recurso que te permite primeiro visualizar o exercício para depois colocar em prática.

Na medida em que você acerta as notas, vai ganhando pontos que te impulsionam no ranking da plataforma. O esquema de pontuação também te ajuda a ficar bem colocado nos challenges semanais do Yousician, em que você compete com outros usuários.

Ademais, você também pode assistir aulas e contar com dicas que vão te ajudar a entender melhor como o violão funciona. Com isso você vai aprender a tocar violão sem sair de casa. Isso porque, depois de cada aula, você recebe um feedback sobre o seu desempenho.

Por fim, o app tem duas desvantagens que você precisa considerar. A primeira é que ele é todo em inglês, sem a possibilidade de tradução. E, a segunda, é que a maioria dos exercícios e aulas estão disponíveis apenas na versão paga.

Apesar disso, minha sugestão é que você teste a versão paga de forma grátis por uma semana e depois decida se quer ou não continuar.

Nota Fiscal Paulista: passo a passo para consultar saldo

Mora no estado de São Paulo e quer concorrer a prêmios mensais de 1 milhão de reais sem pagar nada por isso? Então confira aqui como fazer o seu cadastro e consultar o saldo no programa Nota Fiscal Paulista.

Em resumo, a Nota Fiscal Paulista é um programa do governo do estado para estimular a emissão de notas fiscais a cada compra. Com isso, o intuito é diminuir a sonegação fiscal, afinal, tanto os vendedores quanto os compradores estarão de acordo com a lei.

Confira agora mais informações e veja como participar dos sorteios em dinheiro:

Como funciona a Nota Fiscal Paulista?

Para funcionar, a Nota Fiscal Paulista depende da adesão da população do estado e também dos comerciantes. Para isso, o programa oferece, além de sorteios mensais em dinheiro, a possibilidade de sacar o seu saldo.

Em suma, para participar, o contribuinte deve informar seu CPF cadastrado no Sistema da Nota Fiscal Paulista no momento da compra em um comércio que também possua cadastro.

Com isso, os dois lados ganham: o cidadão por conseguir algum retorno sobre a compra e o comércio por ter as contas em dia com o governo.

Dessa forma, na medida em que o contribuinte informar o CPF enquanto compra, ele acumula um saldo que é creditado duas vezes por ano na sua conta: em abril e em outubro. 

Em abril, o governo credita os valores referentes ao primeiro semestre do ano anterior. Enquanto que em outubro, é creditado os valores referentes ao segundo semestre do ano que já passou.

Só para ilustrar, no último mês de abril de 2021, o contribuinte teve acesso ao saldo acumulado entre janeiro e junho de 2020.

Como se cadastrar na Nota Fiscal Paulista

Para se cadastrar, você precisa, em primeiro lugar, acessar o site do Sistema do programa. Só lembrando que esse cadastro só pode ser feito pela internet e não existe nenhuma taxa que você deve pagar.

Depois que acessar o site, basta seguir o passo a passo:

  1. No link que deixei acima, você deve escolher a opção “Cadastro Pessoa Física”, na parte de Novos cadastros.
  2. Quando carregar, preencha os dados iniciais e identifique a imagem de segurança para, em seguida, clicar em “Avançar”.
  3. Insira seus Dados de Consumidor e clique novamente em “Avançar”.
  4. Em seguida, leia o regulamento da Nota Fiscal Paulista e concorde.
  5. Depois, crie uma senha com 8 dígitos que contenha letras maiúsculas, minúsculas e números. Além disso, lembre-se criar uma senha que seja classificada como regular, boa ou ótima.
  6. Criada a senha, seu cadastro está concluído e você já pode começar a informar seu CPF enquanto faz suas compras.

Aqui, vale lembrar que a cada R$100 em compras informando o CPF, você ganha um cupom para concorrer aos sorteios mensais em dinheiro. Os prêmios chegam a R$1 milhão.

Ademais, também existe a possibilidade de sacar o saldo acumulado e continuar concorrendo aos prêmios. Para isso, veja como consultar o saldo na Nota Fiscal Paulista:

Como consultar o saldo na Nota Fiscal Paulista

É muito simples fazer isso. Basta acessar o sistema do programa, conforme já explicamos acima.

Na aba “Consumidor”, preencha seus dados de acordo com o que cadastrou e clique em “Acessar”.

Depois, escolha o semestre que deseja consultar e pronto, você já consegue ver quanto possui de dinheiro acumulado no programa.

FGTS: como consultar o saldo pela internet

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, ou simplesmente FGTS, é uma garantia, em dinheiro, ao trabalhador. Esse fundo pode ser sacado em momentos específicos. No entanto, você pode consultar o saldo do FGTS sempre que quiser, veja como fazer isso aqui.

Em suma, o FGTS é uma reserva financeira para quando o trabalhador é demitido, quer amortizar uma dívida ou ainda fazer um investimento. O fundo é construído a partir de um desconto mensal de 8% do salário de quem tem carteira assinada.

Mas, apesar de ser um dinheiro que sempre vem bem, o acesso a ele não é tão simples. Afinal, o saldo do FGTS só pode ser acessado de duas maneiras:

  1. Pelo saque aniversário, em que o trabalhador recebe um percentual do total acumulado no fundo no mês do seu aniversário.
  2. Pelo saque rescisão, no qual você pode sacar todo o saldo da conta quando é demitido. Ou então, 40% do valor total se tiver optado pelo saque aniversário.

Assim sendo, se você não faz ideia de qual o valor que possui na sua conta FGTS, fique comigo. Isso porque, vou te mostrar hoje como consultar o saldo do FGTS pela internet. Acompanhe:

Como consultar saldo do FGTS pela internet

Existem duas formas de consultar o saldo do FGTS pela internet. Na primeira delas, você deve criar um cadastro no portal de serviços da Caixa e depois conferir quanto tem em conta.

Veja o passo a passo para criar o cadastro:

  1. Em primeiro lugar, acesse o site da Caixa.
  2. Insira seu CPF, NIS ou e-mail, clique em “Eu não sou um robô” e, em seguida, no botão “Cadastrar/ Esqueci senha”.
  3. Leia o contrato de serviço e aceite.
  4. Depois, preencha seus dados pessoais e confirme.
  5. Confirme seu e-mail e depois crie uma senha de 8 dígitos com letras e números.
  6. Logo que confirmar, você será direcionado para a mesma página do primeiro passo. 
  7. Como seu cadastro já está feito, basta preencher as informações e acessar o sistema.

No portal, você tem como consultar seu saldo na aba “FGTS”, basta clicar na aba e escolher a opção “Extrato”.

Como consultar saldo do FGTS pelo app

A segunda maneira de consultar seu saldo no FGTS é por meio do app. Para isso, baixe o aplicativo do FGTS em sua loja de aplicativos. Depois que fizer isso, inicie seu cadastro inserindo dados pessoais.

Lembre-se de criar uma senha de 6 dígitos que não seja muito óbvia como sequências e a sua data de aniversário.

Além disso, cadastre um email que você utilize. Isso porque, depois de preencher seus dados, você receberá um email para confirmar seu login.

Assim sendo, logo que concluir a primeira etapa do cadastro, acesse seu email e clique no link. Finalize o processo e abra novamente o app do FGTS com os dados cadastrados.

Agora, além de consultar seu saldo, você também consegue movimentar o dinheiro (quando disponível) para outras contas.

Outras maneiras

Existem ainda duas outras maneiras para consultar o saldo FGTS:

  1. A primeira é cadastrando seu número de celular no site da Caixa conforme já mostramos acima. Nessa página você pode solicitar que seu saldo seja enviado, todos os meses, por SMS, facilitando seu serviço.
  2. A segunda é por meio de carta. Em suma, o FGTS envia de tempos em tempos uma carta com seu extrato. Por isso, mantenha sempre seu endereço atualizado para receber a correspondência.